94% das vulnerabilidades de produtos Microsoft podem ser mitigadas simplesmente restringindo os poderes de Administrador

Esse é o teor da nota publicada pela ComputerWorld.com ontem conforme concluiu a Avecto, empresa especializa em segurança responsável pelo lançamentos dos boletins de segurança da própria Microsoft.
Segundo a nota, “em 2016 foram identificadas 530 vulnerabilidades classificadas como críticas em vários produtos da empresa, sendo 94% destas mitigáveis apenas removendo os privilégios administrativos. De todas as vulnerabilidades encontradas só no navegador Microsoft Edge, 100% delas podem ser corrigidas fazendo o acerto no permissionamento.
No ranking dos sistemas operacionais o Windows 10 apresentou a maior superfície para ataques, contabilizando 395 vulnerabilidades (46% a mais que o Windows 8/8.1).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *